História

Sobre o Município de Itapagipe

Itapagipe é um município de 15 mil habitantes situado no Baixo Vale do Rio Grande, Pontal do Triângulo Mineiro, microrregião de Frutal, macrorregião de Uberaba. Classificado em 1º lugar na Saúde na Microrregião de Frutal e 7º de Minas Gerais pelo IFDM – Saúde da FIRJAN (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro). Melhor Educação com a melhor nota do IDEB da Microrregião de Frutal com meta de 2021 já alcançada, nota 6,8. Melhor Gestão da região segundo o IGMA, do Instituto Áquila e Grupo Bandeirantes.

É economicamente movimentada pelo agronegócio e agroindústria, especialmente produção de proteína animal, vegetal, etanol, açúcar, leite longa vida, genética avícola, agricultura familiar e turismo rural e náutico.

Sedia indústrias multinacionais como ASPERBRAS, Bungüe e Cobb-Vantress. Possui um comércio forte que é grande força de geração de emprego e renda. Conta com agências bancárias da Caixa, Banco do Brasil, Bradesco e Sicoob.

Possui área de 1.800km², clima tropical com duas estações bem definidas. Em seus inúmeros cursos d'água encontram-se dezenas de cachoeiras. O turismo também é explorado em sua maior riqueza natural: o Rio Grande e o lago da Hidrelétrica de Água Vermelha, onde se encontram cinco loteamentos com casas de veraneio (ranchos).

Com densidade demográfica de 7,58. Seu IDH é 0,723, conforme o IBGE. Sua infraestrutura urbana atende 100% das moradias com água tratada, coleta de esgoto e pavimentação asfáltica.

As grandes festividades culturais de Itapagipe são a ExpoIta - festa agropecuária com shows e rodeios, o Arraiá do Lageado - festa junina e o Réveillon na Praça. Também destacam-se o ItaNaFolia - carnaval da família, Encontro de Bandeiras - Festa de Reis, Encontro de Carros de Boi da Fazenda Barbosa além das festividades em comunidades rurais e religiosas.

Originou-se por volta de 1.850 com a vinda dos primeiros habitantes oriundos da Serra da Canastra. O fundador Vicente Joaquim da Silva criou o ‘Patrimônio de Santo Antonio do Lageado’, onde ergueu uma capela. O Patrimônio depois foi elevado a distrito pertencente ao município de Frutal, em 1.939. Passou a denominar-se Itapagipe em 1.943. o topônimo significa ‘Ita=pedra’ e ‘jipe=dura’. Emancipou-se em 27 de dezembro de 1.948. (da Secom)

História*

Os primeiros habitantes reconhecidos da região foram colonos procedentes da Serra da Canastra, que ali aportaram em busca de aventuras e meios para o seu habitat que lhes eram negados pela exiguidade onde viviam e por dificuldades à subsistência.

Na pessoa destes sonhadores e aventureiros, chegaram os heróicos e dinâmicos desbravadores da região onde se localiza o município, em 1850, aproximadamente.

Com o decorrer dos anos, atraídos pela fecundidade das terras, muitas famílias foram chegando à então fazenda a Lajeado, de propriedade do Sr. Vicente Joaquim da Silva.

Com a chegada desses novos colonos, Vicente Joaquim da Silva sentiu-se fortalecido e entusiasmado a concretizar um seu velho sonho, a fundação de um Santo Antônio com o nome de "patrimônio de Santo Antônio do Lajeado", sendo iniciada 8 anos depois a construção da Capela.

*(Informações baseadas no livro 'Nossa História')

Origem do topônimo: significa Ita-pedra e pagipe-dura. Acredita-se que esse topônimo tenha sido inspirado nas formações rochosas existentes na região e, certamente, na denominação de origem: Lageado. Esta por sua vez fazia referência às cascatas sobre lajeiros comuns no município. 

Gentílico: itapagipense

 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Lajeado, pela lei estadual nº 148, de 17-12-1938, subordinado ao município de Frutal.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Lajeado, figura no município de Frutal.

Pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31-12-1943, o distrito de Lajeado passou a denominar-se Itapagipe.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, distrito já denominado Itapagipe, figura no município de Frutal.

Elevado à categoria de município com a denominação de Itapagipe, pela lei estadual nº 336, de 27-12-1948, desmembrado de Frutal. Sede no atual distrito de Itapagipe ex-povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1949.

Em divisão territorial datada de 01/07/1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

Lajeado para Itapagipe alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31-12-1943.

Fontes: IBGE

 


Imagens